07 de janeiro de 2022
 

"Recuperação, poder, pertença" a linha da nova presidência. A França assumiu a 1 de janeiro a Presidência do Conselho da União Europeia. Fá-lo pela 13ª vez e quer construir uma Europa mais forte no mundo, com uma dimensão mais humana e assente num novo modelo de crescimento europeu. A necessidade de uma Europa mais social (com uma diretiva sobre o salário mínimo) mais verde (com um pacote legislativo de combate às alterações climáticas), mas também uma Europa assente em novas regras de governação económica mais credíveis, mais simples, e mais democráticas que permitam o crescimento, o investimento e a sustentabilidade figuram entre as prioridades da França para este semestre.

Margarida Marques

Twitter Facebook

Em setembro de 2021, Ursula von der Leyen anunciou, no discurso sobre o Estado da União, que 2022 seria o Ano Europeu da Juventude. O Ano Europeu da Juventude terá conferências e eventos, bem como campanhas de informação e promoção que visam envolver os jovens nas políticas e prioridades europeias. A juventude representa o futuro do projeto europeu e, por isso, devemos potenciar o aumento de conhecimentos, a partilha de experiências e o seu envolvimento. Que 2022 seja o ano!

Sara Cerdas

Twitter Facebook

O Grupo S&D anunciou a realização da quinta edição da Semana de África, que decorrerá em Bruxelas entre 8 e 10 de fevereiro. Esta edição ocorre imediatamente antes da Cimeira União Africana – União Europeia que se realiza também em Bruxelas dias 17 e 18 de fevereiro no âmbito da presidência Francesa do Conselho da UE e onde será debatida a estratégia para uma nova parceria entre iguais UE / África. O Parlamento Europeu aprovou um relatório de iniciativa sobre o tema, em cuja elaboração representei o Grupo S&D.

Carlos Zorrinho

Twitter Facebook

Ucrânia, Rússia e União Europeia

Na primeira newsletter de 2022, retomo um assunto que continua a preocupar os líderes europeus desde 2014 e que no final de 2021 voltou a estar na primeira linha das situações problemáticas com as quais teremos de lidar. Refiro-me à escalada da tensão na fronteira da Ucrânia com a Rússia. O acumular de tropas da Federação Russa e as movimentações diplomáticas dos últimos tempos, têm deixado preocupados não só os líderes ucranianos, mas também todos quantos se preocupam com a segurança e a estabilidade europeia. Josep Borrell deslocou-se a Kiev e à fronteira da Ucrânia com a Rússia. 

Esta visita é um sinal importante de que a Europa se mantém solidária com a Ucrânia e permanecerá activa na busca de uma resolução para o problema. É imperioso que continuemos a promover o diálogo entre as partes e a pugnar pelo cumprimento dos acordos de Minsk. Se bem que a OSCE tem e terá sempre um papel central na construção de uma saída para este conflito, por ser a organização da qual os dois países são Estados-parte e que vela pelos instrumentos do ordenamento jurídico internacional cujo respeito tem que ser reposto, o envolvimento da União Europeia é de vital importância. Neste momento está em causa a segurança e estabilidade de todo o continente.

Isabel Santos

Twitter Facebook

"Em 2021, o Centro Hospitalar Universitário de São João atingiu um marco significativo na sua história: realizou 53 720 cirurgias"

Em ano de pandemia, este número impressionante correspondeu a cerca de 10% de todas as intervenções cirúrgicas convencionais programadas no nosso país. Para além do significado em si mesmo, este palmarés invalida a perceção generalizada de que a pandemia açambarcou os cuidados de saúde em Portugal e desamparou aqueles que os procuraram por outras afeções que não a Covid-19. Que, num ano extenuante para os profissionais de saúde, se tenha alcançado o melhor resultado em 63 anos no CHUSJ, atesta bem a excelência do SNS e prova que é possível tratar os doentes de Covid sem sacrificar os que padecem de outras doenças.

Manuel Pizarro

Twitter Facebook

O nome desta obra do Conselho da UE é “Stepping Forward”, que pode ser traduzida por caminhar em frente. Dá uma nota de esperança, de caminho que se faz com coragem, com solidariedade e em união. Mas as mãos da imponente figura também revelam uma busca pelo equilíbrio, como uma pequena criança que ensaia os primeiros passos. É um pouco assim que entramos num novo ano: com alguma hesitação mas com uma vontade que supera qualquer medo.

Isabel Estrada Carvalhais

Twitter Facebook

A discussão entre Rui Rio e André Ventura acerca da aplicação da prisão perpétua em Portugal foi absolutamente lamentável. Tal como António Costa chamou a atenção, seria um retrocesso civilizacional que nem durante os 48 anos que durou o Estado Novo foi feito. Rui Rio poderia inspirar-se na resposta de Marcelo Rebelo de Sousa a Ventura no debate da campanha para as eleições presidenciais. Mas como está a aproximar-se da extrema-direita para tentar chegar ao poder...

Pedro Marques

Twitter Facebook

Le Trimphe de L’Injustice - Richesse, évasion fiscal et démocracie, E.Saez e G. Zucman, Ed. Seuil

A evasão fiscal, os paraísos que a tornam legal e as desigualdades na tributação dos rendimentos suscitam um enorme sentido de injustiça. Se é um problema complexo, inventemos o modo de o simplificar. Não será mais difícil encontrar a solução do que foi levar o homem à Lua no final da década de 60. Neste livro, E. Saez e G. Zucman defendem que é preciso redesenhar o atual sistema de impostos e mostram como.

Maria Manuel Leitão Marques

Twitter Facebook

Se no conseguir visualizar correctamente este email clique aqui

Para mais informaes consulte a pgina dos Socialistas Portugueses no Parlamento Europeu: http://www.pseuropa.pt/web/
Para remover o seu email desta mailling list por favor clique aqui