10 de dezembro de 2021
 

Um ano depois da proposta da Comissão, o Parlamento finaliza a negociação dos novos regulamentos sobre Mercados e sobre Serviços Digitais. Com estes diplomas, teremos um mundo digital mais seguro para os consumidores, mais justo para as pequenas e médias empresas, e com mais direitos para os cidadãos. As grandes tecnológicas terão de sujeitar-se a um controlo democrático acrescido, como há muito os europeus vêm pedindo.

Maria Manuel Leitão Marques 

Twitter Facebook

A Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, assumiu o objetivo de assegurar que 70% da população mundial seja vacinada contra a COVID-19 até meados de 2022, uma meta ambiciosa já que a taxa atual não vai além dos 44%. Para isso, a Comissão vai intensificar, sobretudo, os esforços para a vacinação em África. A União Europeia é já a maior doadora de vacinas no Mundo, com 300 milhões de doses fornecidas aos países em desenvolvimento através do programa COVAX e mais 50 milhões atribuídas a países vizinhos. Sinais claros da solidariedade europeia na resposta à pandemia.

Pedro Silva Pereira

Twitter Facebook

Os ministros das Finanças e da Economia dos Estados membros da UE não conseguiram esta semana a unanimidade necessária para reformar o Código de Conduta no domínio da Fiscalidade das Empresas, essencial para combater a evasão fiscal. Os Socialistas e Democratas, que têm liderado no Parlamento Europeu o debate sobre esta reforma, exigiram e bem o abandono da regra da unanimidade em matéria de fiscalidade. Três em quatro europeus querem que a UE intensifique o combate aos crimes fiscais, desde logo o branqueamento de capitais. Mas para que isso seja possível, temos de passar da unanimidade para maioria nas decisões nesta matéria, como aliás prevê já o Tratado de Lisboa.

Margarida Marques

Twitter Facebook

Futuro tratado internacional sobre pandemias deve tirar lições da COVID-19

A Assembleia Mundial de Saúde da Organização Mundial da Saúde (OMS), a 1 de dezembro, decidiu dar início às negociações para criar um tratado internacional sobre pandemias. Existem muitas lições a retirar da pandemia COVID-19. E porque esta não será a última pandemia, precisamos de um novo quadro de saúde internacional mais forte em questões de saúde global. Precisamos de melhorar a deteção precoce, a prevenção e a resposta a quaisquer futuras pandemias.

Enquanto em África apenas 7% da população adulta está vacinada, na UE já estamos na fase de administrar a dose de reforço. Temos de trabalhar e negociar para garantir o acesso universal e equitativo a materiais médicos e melhorar a distribuição de recursos. Será que já aprendemos as lições ou será que voltaremos a comprimir todos os recursos nos países de alto rendimento, deixando o resto do mundo a lutar sozinho e com o mínimo de recursos contra um eventual futuro surto?

Sara Cerdas

Twitter Facebook

"É urgente parar o naufrágio da civilização.

Papa Francisco em Lesbos

Cinco anos depois de a ter visitado pela primeira vez, o Papa Francisco voltou a visitar a ilha grega de Lesbos, onde constatou que nesse período pouco mudou nas condições de acolhimento aos milhares de refugiados que atravessam anualmente o Mediterrâneo. Ao desafiar o mundo para "olhar nos olhos as crianças refugiadas", Francisco desafia também todos a olhar o caminho de desigualdade crescente que coloca em causa o futuro da nossa civilização e lança um profundo repto para uma resposta mais justa e humanista.

Carlos Zorrinho

Twitter Facebook

Saúdo a libertação de Patrick Zaki. Após 22 meses detido sem julgamento, este egipcio de 29 anos activista de direitos humanos e estudante na Universidade de Bolonha, foi libertado esta semana pelas autoridades do seu país, após ordem de um tribunal local. Como presidente da Delegação do Parlamento Europeu para as relações com os países do Mashreq, tenho seguido este caso com atenção e acompanhado o meu grupo político nos sucessivos pedidos para a sua libertação. Partilho aqui o registo de um momento feliz para todos nós.

Isabel Santos

Twitter Facebook

Vacinar as crianças contra a Covid-19 justifica-se plenamente, mesmo aceitando que neste grupo etário a doença seja de escassa gravidade. Uma só vida salva já seria razão suficiente. A confiança na segurança das vacinas, fruto da experiência noutros países e nos ensaios realizados, permite agora impedir os constantes confinamentos e interrupções de aulas, quebrando a transmissão familiar e evitando riscos para pais e avós, figuras tão importantes para um crescimento saudável e feliz. Porque a saúde também abarca a componente mental.

Manuel Pizarro

Twitter Facebook

"In this World", Michael Winterbottom.

O que me leva a sugerir um filme que vi tantas vezes, já com quase vinte anos desde o seu lançamento em 2002? A triste atualidade da sua história contada através do género ficção-documentário. Jamal é mesmo Jamal, é a personagem de si mesmo, um rapazinho afegão, pobre, órfão, que percorre metade do mundo, com o seu primo, para ir desde um campo de refugiados no Paquistão, até à Inglaterra, onde o tio acredita terão uma vida melhor... Jamal é o ator-amador improvisando os diálogos que representam a sua própria história e a de tantos milhares iguais a ele. Não é ficção, é mesmo neste mundo. Para ver, rever, e pensar.

Isabel Estrada Carvalhais

Twitter Facebook

Se no conseguir visualizar correctamente este email clique aqui

Para mais informaes consulte a pgina dos Socialistas Portugueses no Parlamento Europeu: http://www.pseuropa.pt/web/
Para remover o seu email desta mailling list por favor clique aqui