26 de novembro de 2021
 

Estou a ultimar o relatório sobre o futuro das pescas no Canal da Mancha, mar do Norte, mar da Irlanda e Atlântico pós-Brexit, do qual sou o relator principal. O Brexit tem um impacto reduzido na pesca nacional, mas o facto de haver mais um interveniente nas negociações entre a União Europeia e os restantes países terceiros, já mostrou que há impactos indiretos a não menosprezar. Estou a analisar as propostas de emendas apresentadas pelos deputados dos outros grupos políticos e acredito que em janeiro faremos a votação da versão final na Comissão das Pescas.

Manuel Pizarro

Twitter Facebook

A Comissão Europeia aprovou a nova denominação do “Alho da Graciosa” no registo das Indicações Geográficas Portuguesas (IGP) da União Europeia. Os produtos alimentares com indicações geográficas respondem na perfeição aos objetivos da estratégia do Prado ao Prato. São produtos de alta qualidade e de alto valor acrescentado, contribuindo para preservar o património cultural das nossas regiões e manter a atividade económica em algumas das zonas rurais mais remotas e de vivência mais desafiante.

Isabel Estrada Carvalhais

Twitter Facebook

A reforma da Política Agrícola Comum, negociada durante a presidência portuguesa do Conselho, está aprovada e adaptada aos tempos que vivemos. Com o contributo do S&D, a PAC dispõe agora de novas regras ambientais de acordo com o Pacto Ecológico Europeu e, pela primeira vez, uma dimensão social que contempla penalizações concretas no acesso a apoios europeus para quem não respeite os direitos dos trabalhadores. Foi um trabalho difícil, mas concluído com empenho e mérito.

Pedro Marques

Twitter Facebook

Tolerância zero

Um terço das mulheres no mundo, cerca de 736 milhões, já foram vítimas de violência física ou sexual. Imaginem um problema desta dimensão que afetasse um terço de todos os homens. Provavelmente, já teria sido resolvido ou pelo menos merecido muito mais atenção. No dia 25 de novembro, celebramos o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres. Precisamos de uma política de tolerância zero em relação à violência de género e temos que garantir que as vítimas têm acesso a todo o apoio legal, psicológico e financeiro de que necessitam.

É igualmente importante assegurar que as autoridades competentes, que estão em contacto com as vítimas, recebem formação sobre como lidar com estas situações. Para além disto, não nos podemos esquecer das redes sociais e do mundo online, onde as mulheres são desproporcionalmente alvo de discurso de ódio e de perseguição, uma realidade que temos de mudar. 

Maria Manuel Leitão Marques

Twitter Facebook

"Em países como Portugal, nos quais 80% a 90% dos adultos foram vacinados, o risco de morrer de covid-19 é 30 vezes menor do que nos países com as mais baixas taxas de vacinação."

Foi com esta frase que a Presidente da Comissão Europeia, Ursula Von Der Leyen, ilustrou a importância da campanha de vacinação na luta contra a pandemia e as formas graves da doença. Numa altura em que uma parte da Europa se depara com uma nova vaga de covid-19, sobrecarregando os sistemas de saúde dos países com baixas taxas de vacinação, Portugal é apontado como o exemplo a seguir.

Pedro Silva Pereira

Twitter Facebook

Já lhe chamam a pandemia dos não vacinados. Com os casos de infeção por covid a aumentar novamente na Europa, nunca será demais partilhar esta imagem que a Comissão Europeia colocou esta semana no twitter. Salta aos olhos: quanto mais alta é taxa de vacinação, mais baixa é a taxa de mortes por covid. Os números de Portugal falam por si mas as  disparidades na Europa são enormes com a taxa de vacinação da população adulta a variar entre os 29% e os 92%. A prioridade na Europa e em todo o mundo tem de ser só uma: vacinar.

Margarida Marques

Twitter Facebook

Para assinalar o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, a Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro, e a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, com a colaboração de várias organizações não governamentais, lançaram a campanha #PortugalContraAViolência. Também no Parlamento Europeu, ao nível das políticas europeias, estamos empenhados no combate a esta pandemia silenciosa da violência baseada no género.

Sara Cerdas 

Twitter Facebook

África em transformação, Carlos Lopes, Tinta da China 

Embora já não seja uma novidade editorial, este livro do economista guineense Carlos Lopes que foi secretário executivo da Comissão Económica das Nações Unidas para África ganha particular atualidade num momento em que por toda a região emergem conflitos que resultam da inadequação dos modelos económicos copiados de outros continentes e que geraram profundas desigualdades e uma enorme frustração nas novas gerações, fortemente maioritárias. Este livro convida a que juntos cooperemos para que África defina o seu modelo de desenvolvimento sustentável e o consiga aplicar com sucesso.

Carlos Zorrinho

Twitter Facebook

Se no conseguir visualizar correctamente este email clique aqui

Para mais informaes consulte a pgina dos Socialistas Portugueses no Parlamento Europeu: http://www.pseuropa.pt/web/
Para remover o seu email desta mailling list por favor clique aqui