29 de outubro de 2021
 

O Parlamento Europeu promoveu a 2ª Semana Europeia da Igualdade de Género, uma iniciativa importante assinalada transversalmente nas diversas comissões, como na Comissão dos Orçamentos. É que se na União Europeia sabemos como vai ser utilizado o orçamento até 2027 para reduzir as desigualdades e promover a igualdade de género, será importante debater agora se este é também o caminho a seguir pelos diversos países. Até porque, a pandemia veio agravar desigualdades.

Margarida Marques

Twitter Facebook

A Comissão Europeia adotou o seu Programa de Trabalho para 2022, no qual define as próximas etapas da sua agenda rumo a uma Europa pós-COVID-19 mais ecológica, mais justa, mais digital e mais resiliente. Contém 42 novas iniciativas estratégicas, com especial destaque à geração jovem graças à proposta do Ano Europeu da Juventude 2022. Saiba tudo aqui.

Sara Cerdas

Twitter Facebook

A Presidente do Grupo S&D, Iratxe Garcia Pérez, apresentou, juntamente com o antigo Primeiro-ministro dinamarquês, Poul Nyrup Rasmussen, o relatório elaborado pela " Progressive Society", intitulado "The Great Shift". Este estudo resulta do trabalho de 22 grupos de peritos e inclui 10 prioridades e 241 medidas de política para numa perspetiva progressista em construir sociedades de bem-estar sustentáveis, sendo inspirador para o trabalho legislativo do grupo no Parlamento Europeu e para a preparação do seu manifesto eleitoral para 2024.

Carlos Zorrinho

Twitter Facebook

A atitude de cada um conta

A Delegação Socialista Portuguesa no Parlamento Europeu, realizou no Porto e em Bruxelas duas ações de homenagem a Aristides Sousa Mendes, na sequência da atribuição de honras de Panteão Nacional ao antigo Cônsul de Portugal em Bordéus. Sendo monárquico e católico fervoroso, perante o avanço das tropas nazis, ousou desafiar uma ordem de um regime político ditatorial e, movido pela sua consciência, salvar 30 mil vidas das garras da morte, sem olhar a raças, credos ou estatutos sociais.

As ações de Aristides Sousa Mendes, um justo entre as nações, são um exemplo que se deve impor nos nossos dias, quando as fronteiras da União Europeia se fecham para muitos daqueles que aqui procuram uma oportunidade de vida em segurança e com dignidade; ou quando movimentos neofascistas se arrogam o direito de voltar a sair à rua e apelar ao ódio e à intolerância; ou, ainda, quando observamos o aumento do anti-semitismo, da islamofobia e dos ataques violentos contra minorías étnicas e religiosas por toda a Europa. Devemos sempre salientar que, perante a barbárie, a atitude de cada um conta e pode fazer a diferença.

Isabel Santos

Twitter Facebook

"A crise social e económica em Portugal seria mais profunda se não tivéssemos um setor de economia social que atua e aparece e se torna visível nas crises."

António Costa e Silva

O presidente pela Comissão de Acompanhamento do PRR falava numa conferência dedicada ao Plano de Ação Europeu para a Economia Social, na qual também participei. Só na UE, o setor da economia social representa 6,3% do emprego (e 6,4% dos empregos em Portugal). Temos de cuidar do pleno acesso deste setor aos fundos europeus, algo que atualmente ainda ocorre de forma limitada. O referido plano de ação vai ser apresentado em breve pela Comissão Europeia. A sua mera existência autoriza um sentimento de otimismo quanto ao futuro de um setor com muito futuro.

Manuel Pizarro

Twitter Facebook

Na semana em que prestamos em Bruxelas justa homenagem a Aristides de Sousa Mendes - o cônsul sem medo que salvou a vida de 30 mil judeus, inicia-se em França um julgamento que obriga a refletir sobre o preocupante crescimento dos crimes de ódio e do anti-semitismo na Europa. Mireille Knoll sobreviveu à rusga de julho de 1942 em Paris, que levaria 13 mil judeus para campos de concentração. Fugiu para Portugal (rumo ao Brasil) com a sua mãe. Mireille Knoll foi barbaramente assassinada em 2018, aos 85 anos, pelo mesmo ódio que nunca gerou nada senão a morte. Hoje, como no 'ontem' de séculos, a pergunta permanece: Se não agora, quando?

Isabel Estrada Carvalhais

Twitter Facebook

Em nome da delegação do PS no Parlamento Europeu, os meus camaradas Isabel Santos e Manuel Pizarro organizaram uma cerimónia em Bruxelas, merecida e cheia de significado, a Aristides de Sousa Mendes. O documentário "L´Héritage d´Aristides", de Patrick Seraudie, apresentado na ocasião é uma excelente forma de conhecer o percurso e a impressionante vida de um dos maiores portugueses de sempre.

Pedro Marques

Twitter Facebook

Care Manifesto, The Politics of Interdependence by The Care Collective, Verso

As mulheres passam em média 3,2 vezes mais horas com cuidados não remunerados do que os homens. Representam mais de 70% dos trabalhadores do sector da saúde e social e são a maioria dos prestadores de cuidados informais. Este livro defende que precisamos de uma verdadeira revolução na forma como as nossas sociedades valorizam a prestação de cuidados. Temos que garantir que quem presta estes serviços, formalmente ou informalmente, tem direito a uma compensação justa, férias pagas e pensões, e outras formas de proteção.

Maria Manuel Leitão Marques

 

Twitter Facebook

Se no conseguir visualizar correctamente este email clique aqui

Para mais informaes consulte a pgina dos Socialistas Portugueses no Parlamento Europeu: http://www.pseuropa.pt/web/
Para remover o seu email desta mailling list por favor clique aqui