18 de dezembro de 2020
 

O Parlamento Europeu deu o seu consentimento por larguíssima maioria ao Orçamento Plurianual da União Europeia para 2021-2027, aprovando o relatório de que sou co-autora por 548 votos a favor, 81 contra e 66 abstenções. Seguiu-se a esperada aprovação pelo Conselho da União Europeia. O orçamento europeu pode agora avançar a partir de 1 de janeiro de 2021 e estão criadas as condições para se iniciar o processo de constituição daquela que já é conhecida por "bazuca". Com mais recursos para os setores mais afetados pela crise, como a saúde, a cultura, os direitos e valores europeus e as políticas europeias pós pandemia cruciais para uma recuperação sustentável, resiliente e inclusiva.

Margarida Marques

Twitter Facebook

Frans Timmermans, na qualidade de vice-presidente da Comissão Europeia, lançou esta semana o “Pacto Europeu para o Clima”. Uma iniciativa que reúne vários cidadãos e organizações a fim de consciencializar para os desafios climáticos e ambientais, no sentido de moldar uma Europa mais verde, enfrentar as alterações climáticas e a degradação ambiental. Precisamente cinco anos após a adoção do Acordo de Paris, cumprir o compromisso assumido é mais urgente do que nunca. #TogetherForOurPlanet

Sara Cerdas

Twitter Facebook

O Conselho Europeu aprovou um compromisso de redução de 55% das emissões  de CO2 até 2030, como parte do objetivo de atingir a neutralidade carbónica na União Europeia em 2050. Os Socialistas e Democratas têm feito da aplicação da Lei do Clima uma das suas principais prioridades como opção fundamental para que a recuperação da União Europeia impulsionada pelo novo pacote de financiamento para 2021/2027 seja sustentável económica, social e ambientalmente.

Carlos Zorrinho

Twitter Facebook

Moçambique

Moçambique está numa situação trágica. É preciso uma resposta ao pedido de auxílio que foi enviado à União Europeia pelas autoridades moçambicanas e a União Europeia deve complementar a resposta portuguesa no apoio à formação das forças militares moçambicanas e ao seu equipamento, com ajuda humanitária. É preciso não esquecer que há mais de meio milhão de deslocados. Pessoas que não têm qualquer tipo de abrigo, que estão sem acesso a água, medicamentos e alimentação. É preciso dar uma resposta urgente a estas necessidades.

Mas não podemos ficar pura e simplesmente pelas respostas de emergência. Cabe-nos ir à raiz dos problemas, às desigualdades, à pobreza e à falta de expetativas no futuro, apesar de este país ter uma das maiores reservas de gás, uma riqueza que tem constituído solo fértil para o descontentamento e a radicalização jihadista. É forçoso que as multinacionais europeias abandonem a lógica do extrativismo puro e assumam as suas responsabilidades ambientais e de contribuição para o desenvolvimento sustentável dos países onde operam.

Isabel Santos

Twitter Facebook

"Bill vai sair pouco antes do Natal para passar os feriados com a família"

Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos

Momentos depois de ver confirmada a sua derrota pelo Colégio Eleitoral dos Estados Unidos, foi com este tweet que o ainda Presidente Donald Trump anunciou a substituição do Procurador-Geral dos EUA, William Barr, que tinha declarado não ter encontrado evidências de fraudes eleitorais generalizadas. Com aquela confirmação, o estratagema do delirante Trump recebeu aparentemente o golpe fatal. Mas o tweet acima demonstra bem o perigo a que os EUA e o mundo estiveram expostos durante quatro anos. A democracia norte-americana conseguirá recuperar de tais feridas? E conseguirá Joe Biden reconciliar a América consigo mesma e com o mundo?

Manuel Pizarro

Twitter Facebook

Esta semana, o Parlamento Europeu realizou a cerimónia de entrega do Prémio Sakarov que este ano laureou e homenageou a oposição democrática da Bielorrússia. Na fotografia, vemos uma mulher bielorussa ajoelhada em frente a um pelotão policial pronto a carregar sobre a população em protesto contra a fraude eleitoral de agosto passado. Na sua fragilidade, é Anastasiya todavia quem detém a força maior: a força de quem luta pela democracia, pela liberdade, pela dignidade do povo bielo-russo. Este é também um símbolo da resistência pacífica mas irredutível das Mulheres bielorussas!

Isabel Estrada Carvalhais
 

Twitter Facebook

Esta semana, o colégio eleitoral confirmou a vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais de 2020, o que garante uma liderança americana fiável e comprometida com o multilateralismo. A administração Biden-Harris afirmou que, no seu primeiro dia, os EUA vão regressar ao Acordo de Paris e estar ao lado da União Europeia no combate às alterações climáticas. Uma boa notícia para o mundo.

Pedro Marques

Twitter Facebook

Tempos Duros, Mario Vargas Llosa,Quetzal Editores

Podia ser o título para uma história dos tempos de hoje, mas não é. Entre ficção e realidade, relata de forma apaixonante o golpe de Estado militar na Guatemala, o primeiro orquestrado pelos EUA na América Latina contra uma democracia. A receita foi aplicada em outros países, para desgraça de tantas e tantos que perderam a vida ou se exilaram. Recentemente pareceu repetir-se o “remédio” para a Venezuela, mas felizmente muda o presidente nos EUA.

Maria Manuel Leitão Marques

Twitter Facebook

Se no conseguir visualizar correctamente este email clique aqui

Para mais informaes consulte a pgina dos Socialistas Portugueses no Parlamento Europeu: http://www.pseuropa.pt/web/
Para remover o seu email desta mailling list por favor clique aqui