Brinquedos mais seguros

Brinquedos mais seguros

06.12.2023

O regulamento sobre a segurança dos brinquedos está em fase de revisão no Parlamento Europeu. Sara Cerdas, negociadora principal, afirma que a União Europeia pretende reforçar a segurança dos brinquedos, ao harmonizar normas e requisitos relacionados à produção e comercialização de brinquedos em todos os Estados-Membros, com ênfase na proteção da saúde das crianças.

“O regulamento da segurança dos brinquedos não é apenas uma lei, mas um compromisso com uma sociedade mais justa, equitativa e segura para todos, em especial para as crianças”, sustenta a deputada.

Sara Cerdas diz que “urge refletir sobre a segurança do que compramos” porque “infelizmente, vivemos num mundo marcado por crescentes disparidades económicas, onde o poder de compra determina o tipo de produto que é adquirido; e a verdade é que alguns produtos mais baratos não apresentam os níveis de segurança desejados.

A deputada pretende com a revisão do regulamento “assegurar que sejam adotadas políticas que priorizem o bem-estar de todos, especialmente os mais vulneráveis, e que as substâncias nocivas à saúde sejam banidas do mercado.”

Sara Cerdas considera que “a União Europeia deve reafirmar o seu compromisso em liderar pelo exemplo, ao priorizar a saúde infantil, estabelecendo padrões rigorosos para a produção e comercialização de brinquedos”.

O regulamento aborda especificamente o uso de substâncias prejudiciais, tais como bisfenóis, PFAS e metais pesados, que têm efeitos no desenvolvimento das crianças. Estas substâncias estão associadas a doenças graves e são consideradas perigosas, sendo classificadas como cancerígenas e desreguladoras endócrinas.