08 de maio de 2020
 

A conferência dos presidentes dos grupos políticos no Parlamento Europeu reuniu com Ursula Von der Leyen. A agenda previa uma apresentação da proposta de Quadro de Financiamento Plurianual 2021/2027 reformulado, incluindo o plano de recuperação, cuja apresentação prevista para 6 de maio foi adiada. A Comissão está a tentar estabelecer linhas prévias de consenso. Que o adiamento seja um passo atrás, para permitir dar dois em frente.

Carlos Zorrinho

Twitter Facebook

Destaco pela positiva a organização por parte da Comissão Europeia de uma conferência de doadores, no âmbito da resposta mundial ao coronavírus. A conferência conseguiu angariar 7,4 mil milhões de euros. As doações têm como objectivo garantir financiamento para o desenvolvimento de testes diagnósticos, tratamentos e vacinas contra o vírus. Portugal foi um dos muitos países que participaram. O Primeiro-ministro António Costa anunciou uma contribuição de 10 milhões de euros em nome dos 10 milhões de portugueses. Um primeiro passo cheio de simbolismo que espero venha ajudar a combater a pandemia.

Isabel Santos
 

Twitter Facebook

A Covid-19 evidenciou a importância da União Europeia no domínio da saúde. A abordagem principal das questões da saúde cumpre a cada Estado-membro, mas os tratados deixam um espaço muito amplo para a ação da União, que não tem sido adequadamente ocupado. Os cidadãos querem um papel reforçado da UE em defesa da saúde pública. Por isso, o Grupo S&D, que os socialistas portugueses integram, enviou uma carta aos presidentes das outras instituições europeias. Nela se reclama uma União Europeia da Saúde. Um objetivo pelo qual vale a pena lutar.

Manuel Pizarro

Twitter Facebook

Resiliência

No começo da pandemia em Portugal, escrevi um artigo sobre a importância do bom funcionamento de toda a cadeia agro-alimentar e como apoiar os nossos agricultores seria determinante para o efeito. Muitas vozes têm sublinhado a resiliência do setor agrícola. Há porém uma preocupante dinâmica no reconhecimento dessa resiliência. Se por um lado é um reconhecimento mais do que justo, já que todos os agricultores disseram presente não se tendo registado nem crise de produção nem de abastecimento aos mercados, por outro, a insistência na ideia de que os agricultores responderam positivamente ao desafio, oculta as muitas dificuldades que enfrentam.

Refiro-me à possibilidade de a agricultura, fruto do seu sucesso, passar algo despercebida na concepção do Plano de Recuperação Europeu. Não dotar a agricultura dos recursos necessários para recuperar e construir uma cadeia agro-alimentar mais sustentável e mais independente, seria não só gravoso para a nossa segurança alimentar, como seria a perda de uma oportunidade única de impulsionar o papel do sector para o desenvolvimento sustentável.

Isabel Estrada Carvalhais

Twitter Facebook

Se a convergência for sacrificada na resposta à COVID-19, é todo o projeto europeu que fica em risco
Iratxe García, Líder do Grupo S&D – Socialistas e Democratas

A frase sintetiza um risco que a União Europeia não pode correr: a pretexto da resposta à crise atual, que todos sabemos ser grave, sacrificar a política de coesão e, com ela, os próprios objetivos da União. A política de coesão tem produzido excelentes resultados, que agora se vêm confirmados com a sua capacidade e velocidade de resposta à crise. É uma das grandes forças da União Europeia e deve ser reforçada, para recuperar a economia e promover a convergência.

Pedro Marques

Twitter Facebook

1€ por cada português para estarmos na linha da frente da investigação sobre o vírus. Por mim, até pagava 2! Excelente decisão do Ministro Manuel Heitor e do Primeiro-Ministro António Costa. Obrigado a todas e a todos os que contribuíram.

Maria Manuel Leitão Marques

Twitter Facebook

5 de Maio foi, pela primeira vez, o Dia Mundial da Língua Portuguesa, proclamado pela UNESCO. Língua mais falada no hemisfério Sul e uma das mais faladas no Mundo, o Português é hoje língua de trabalho em múltiplas organizações internacionais, via de comunicação crescente nos negócios, na internet e na cultura, sendo objeto de estudo e divulgação por todo o Mundo. E foi em Português que o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, sublinhou esta semana a importância da Língua Portuguesa no mundo de hoje.

Pedro Silva Pereira

Twitter Facebook

Il faut achever l'Euro, Jean Quatremer, Calmann Levy

"Il faut achever l’Euro” de Jean Quatremer, jornalista do Libération em Bruxelas que cobre as questões europeias desde 1990, é o livro que recomendo para melhor compreender onde estão os bloqueios dos Estados Membros e das instituições europeias para ainda não termos completa a União Económica e Monetária. Mas também mostra bem “os corredores de Bruxelas”; muito útil conhecê-los para melhor percebermos os processos de decisão politica. Conhecer bem os Tratados não chega.

Margarida Marques

Twitter Facebook

Se não conseguir visualizar correctamente este email clique aqui

Para mais informações consulte a página dos Socialistas Portugueses no Parlamento Europeu: http://www.pseuropa.pt/web/
Para remover o seu email desta mailling list por favor clique aqui