Isabel Santos participou esta semana na comemoração do aniversário da Revolta no Tibete de 1959. A manifestação que decorreu em Bruxelas, assinalou os 61 anos da revolta anti-chinesa em Lhasa que ficou marcada pela morte de milhares de tibetanos e resultou na fuga do Dalai Lama para a Índia. A deputada foi uma das oradoras no início do evento onde se procurou chamar a atenção para a luta do povo do Tibete pela sua liberdade religiosa e pela sua autonomia. Na intervenção Isabel Santos lembrou que "não podemos esquecer os bravos tibetanos que se revoltaram em 1959 e que temos a obrigação de continuar a sua luta".

Twitter Facebook

Manuel Pizarro foi nomeado relator sombra para a opinião da Comissão de Emprego e Assuntos Sociais sobre a futura relação entre a União Europeia e o Reino Unido. O deputado tem estado desde há algum tempo envolvido na definição da posição do Parlamento Europeu (PE) acerca do Acordo de Saída, sendo membro do Grupo de Coordenação do PE para o futuro relacionamento entre as partes.

Twitter Facebook

Isabel Carvalhais assinala esta semana seis meses de mandato como deputada no Parlamento Europeu. Um balanço “positivo” e uma adaptação “tranquila”. A deputada tem um novo site, onde reúne vários tipos de conteúdo: redes sociais, artigos de opinião, notícias, informação sobre as comissões a que pertence. Trata-se de mostrar ao eleitorado o trabalho que vai desenvolvendo, convidando as pessoas a terem uma visão das funções a partir de dentro. Um trabalho que se desenrola em Bruxelas, mas também no Minho e nos Açores, onde a deputada reúne com frequência com os principais agentes.

Twitter Facebook

"Tive oportunidade de fazer uma intervenção em plenário alertando para a vertente económica da crise de saúde pública que enfrentamos. Se a prioridade evidente é tratar, conter e travar os efeitos desta pandemia, confiando nas autoridades de saúde, o passo imediato é enfrentar a previsível degradação económica e social que possa resultar desta situação. Estou certo de que há uma escolha que os governos não vão fazer: a da imoralidade da inação".

Twitter Facebook

Maria Manuel Leitão Marques focou-se no tema da igualdade de género. A deputada esteve presente e foi uma das oradoras convidadas nas Jornadas de Março, uma iniciativa organizada pelas Mulheres Socialistas da Madeira, gravou o programa televisivo "Eurodeputados" sobre a temática e lançou um desafio no âmbito da sua campanha "8 Razões para Lutar": “Jovens entre os 18 e os 30 anos, digam-me os vossos motivos para lutar pela igualdade de género. Até dia 20 de março, partilhem-nas nas vossas redes sociais ou enviem-nas por mensagem privada para a minha página no Facebook, Twitter ou Instagram. Trarei as 30 melhores razões a Bruxelas.”

Twitter Facebook

Pedro Silva Pereira participou na reunião do Grupo de Coordenação para o Reino Unido do Parlamento Europeu que contou com a participação do Negociador-Chefe da União Europeia, Michel Barnier. A reunião teve como objetivo avaliar os resultados da primeira ronda de negociações entre a União Europeia e o Reino Unido tendo em vista a conclusão de uma nova parceria económica.

Twitter Facebook

“Precisamos de mais Europa para solucionar a crise das fronteiras e para concertar uma solução europeia para o Covid19”, afirmou Margarida Marques, sublinhando a necessidade do Orçamento Plurianual da União Europeia 2021-2027 ser “dotado de capacidade para responder a desafios inesperados”.

Twitter Facebook

Sara Cerdas apelou à criação de um mecanismo de resposta transectorial a ameaças e emergências de saúde pública, para fazer face às consequências nos diversos setores de atividade que estão a sofrer repercussões com o surto do Covid-19. A deputada defendeu na sua intervenção em plenário um plano "que dê uma resposta concertada e homogénea ao longo de toda a Europa, e que envolva todos os sectores".

Twitter Facebook

"Saúdo a Estratégia para África apresentada pela Comissão Europeia visando construir uma parceria entre iguais, que englobe a transição verde e o acesso à energia, a transformação digital, o crescimento e o emprego, a paz, a segurança, a qualidade da governação, a migração e a mobilidade", afirma Carlos Zorrinho. "No Parlamento Europeu bater-me-ei para que ela seja aplicada de forma célere e inspiradora de uma globalização justa e sustentável", acrescenta o deputado.

Twitter Facebook

O Parlamento Europeu decidiu suspender todas as suas atividades durante a próxima semana dada a propagação do COVID-19 na Europa. Assim, a newsletter da delegação Socialista Portuguesa não será publicada.  

Twitter Facebook

Se não conseguir visualizar correctamente este email clique aqui

Para mais informações consulte a página dos Socialistas Portugueses no Parlamento Europeu: http://www.pseuropa.pt/web/
Para remover o seu email desta mailling list por favor clique aqui