União Europeia deve pressionar o Irão a cumprir as convenções internacionais

União Europeia deve pressionar o Irão a cumprir as convenções internacionais

18.12.2019

Isabel Santos apelou ao uso de todos os meios “ao nosso alcance para pressionar as autoridades iranianas a assumir as suas responsabilidades e cumprir as convenções internacionais a que estão obrigadas”.

Na sessão plenária de Estrasburgo a deputada descreveu a situação no Irão como “dramática”.

“O governo iraniano não só ignorou os apelos à contenção como intensificou a brutalidade da repressão dos protestos pacíficos que ocorreram por todo o país, despoletados pela gravíssima situação económica, social e política”, descreveu.

Mais de 300 pessoas foram assassinadas, entre as quais, segundo as Nações Unidas, 12 crianças. “Milhares de detenções arbitrárias, tratamento desumano e cruel dos detidos, que permanecem incontactáveis, espancamentos, tortura e incitamento direto nos media públicos à aplicação da pena de morte, são dados de fontes fidedignas que não podemos ignorar”, prosseguiu.