PSPE
PSPE
27 Nov
Falta de expetativas, corrupção e pobreza destabilizam Médio Oriente

Falta de expetativas, corrupção e pobreza destabilizam Médio Oriente

Os vários movimentos sociais de contestação que surgiram no Médio Oriente são “muito complexos quanto à sua natureza e tão imprevisíveis quanto ao seu desfecho que não admitem generalizações ou simplismos na sua análise”, disse Isabel Santos ao intervir no debate sobre a situação naquela região.

 

A deputada apontou “os níveis de pobreza, o agudizar das condições humanitárias, a falta de liberdade e de expetativas, sobretudo para os mais jovens, a corrupção e a pouco confiança no poder político” como elementos que têm conduzido a fortes tensões sociais.

 

Demonstrando “apreensão” com os acontecimentos no Irão, Iraque e Líbano, Isabel Santos apelou “ao abandono do uso da violência e à busca do diálogo inclusivo, única via para a resolução das crises económicas e sociais”, bem como à “suspensão de tecnologia que possa ser utilizada para violações dos direitos humanos”.

 
 
 

Inscreva-se e receba notícias dos Socialistas Portugueses no Parlamento Europeu