PSPE
PSPE
03 Abr
Fundos europeus são importantes para a economia azul

Fundos europeus são importantes para a economia azul

O fundo europeu dos assuntos marítimos e das pescas terá de reverter para quem necessita e apoie o desenvolvimento sustentável do ambiente, da sociedade e da economia disse Ricardo Serrão Santos durante a sessão plenária de Bruxelas.

 

Os fundos são importantes para a economia azul, mas têm que reverter para quem necessita deles e apoiem o desenvolvimento sustentável do ambiente, da sociedade e da economia. Não podemos subsidiar por subsidiar, mas há situações em que os apoios são fulcrais para que as atividades sejam competitivas e consigam ultrapassar condicionalismos específicos, em particular em áreas com dificuldades acrescidas como são as regiões ultraperiféricas”, argumentou.

 

O deputado alertou que o fundo se destina a apoiar a realização dos objetivos ambientais, económicos, sociais e de emprego da Política Comum de Pescas, promover a implementação da política marítima da União e apoiar os compromissos internacionais da União no domínio da governação dos oceanos. “Há que olhar para este fundo por todas as vertentes e como um apoio equilibrado para que todos os objetivos sejam atingidos”, afirmou.

 

“Há que equilibrar e ponderar a distribuição das verbas sem pensar neste fundo como destinado apenas a um pilar em detrimento dos outros, a sustentabilidade é um todo e não apenas uma parte”, concluiu.

 
 
 

Inscreva-se e receba notícias dos Socialistas Portugueses no Parlamento Europeu